Atenção: Mamadeira agora precisa do selo do Inmetro

Saiba mais sobre a proibição do BPA e os males que ele causa aos bebês

Mamadeira precisa selo Inmetro

Primeiro foram as chupetas e as mamadeiras customizadas que criaram polêmicas sobre a segurança para o bebê e tiveram a comercialização proibida no Brasil, com multa de até R$ 1,5 milhões para os estabelecimentos que venderem esses produtos. Agora, as mamães devem ficar alertas quanto aos componentes das mamadeiras. Isso porque estudos tem mostrado que o Bisfenol-a, conhecido como BPA, é uma substância tóxica e está presente em diversos itens plásticos infantis, como as mamadeiras, chupetas e outros acessórios para os pequeninos.

A suspeita de que o material, quando ingerido (no caso, presente nos bicos), possa causar câncer deixou as mamães em choque, mas além delas os especialistas e estudiosos também cederam à precaução. Não à toa que os países da União Europeia e o Canadá proibiram a utilização do BPA na fabricação de produtos para crianças há muito tempo e a Vigilância Sanitária no Brasil aderiu ao recurso ainda em 2011, mas só na sexta-feira, dia 6 de novembro, que o prazo para adequação ao novo modelo acabou e os laboratórios estão proibidos de utilizar esse componente.

As fiscalizações já começaram e todas as mamadeiras deverão conter o selo de aprovação do Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia), que é a garantia de que o bebê estará livre do contato com a substância e, consequentemente, de problemas de saúdes no futuro causados por ele.

Não cometa o erro de priorizar a beleza!

É comum que as mães, pais, vovós e familiares comprem as mamadeiras para os pequeninos seduzidos pelo visual do produto. E, claro, o mercado está cheio deles, que vão dos modelos mais simples aos de elaboração estrondosa, com mudanças de cores, estampas tecnológicas e tudo o mais que possa encher os olhos de qualquer um.

Em entrevista ao Jornal Nacional no dia 04/11 deste ano, o diretor de avaliação do Inmetro, Alfredo Lobo, fez um alerta às pessoas e pediu cautela na hora da compra. “Os pais devem ter dois cuidados: primeiro, comprar no mercado formal, jamais comprar artigo infantil, mamadeira no mercado informal; segundo, olhar a presença do selo, há obrigatoriedade do produto certificado e ostentar o selo do Inmetro”.

Quem quiser mais informações sobre o assunto ou identificar irregularidades no comércio e quiser denunciá-las, o telefone do Inmetro é 0800 285 1818 ou vá direto ao site: www.inmetro.gov.br.

Por Priscilla Silvestre

 

Deixe uma resposta