Transforme um cômodo da casa em quarto de bebê

Quarto bebê azul bege marromEra uma vez um escritório, uma sala de música, um quarto de bagunças ou um closet. A chegada de um bebê requer mudanças, entre elas um cômodo para que seja feito o seu quartinho. Aliás, que momento maravilhoso este de montar o cantinho exclusivo da criança, cheio de detalhes fofos e muito carinho. É tanto amor por esse ser que ainda está na barriguinha da mamãe, que a gente chega a pensar que o coração vai explodir!

Vamos pensar em um escritório. Imaginemos que os pais tinham esse local na casa e agora querem transformá-lo no quarto do filhinho ou filhinha que irá nascer. O que fazer com a marcenaria já existente e que foi criada para um escritório e não para um quarto de bebê? E a iluminação? E as cores? Nessas horas, contar com ajuda de um profissional qualificado é sempre uma mão na roda, segundo a arquiteta Adriana Morávia, que acumula diversos projetos de transformação no seu portfólio.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“Todo ambiente de uma casa pode ser modificado. Afinal, as demandas dos moradores estão sempre mudando e o nascimento de um bebê é um bom exemplo disso. Cabe ao profissional entender as novas demandas dos clientes, fazer um estudo do espaço e propor uma solução que vai ao encontro dessas novas necessidades”.

No quartinho do pequeno Rodrigo, por exemplo, agora existe um berço onde antes estava um sofá de dois lugares. A pintura listrada e os MDFs com temas masculinos, como bicicleta, carrinhos e helicópteros, deram um quê todo especial ao quarto. E agora ele tem um espaço todo especial para chamar de seu!

 

Bancada escritório transformada trocador bebêNeste projeto a arquiteta aproveitou todo o mobiliário já existente para produzir o quarto do bebê. E ela dá algumas dicas para quem pretende fazer isso. “Se o móvel não estiver em bom estado, será necessário lixar ou até mesmo mudar o acabamento. Para pendurar as roupinhas do bebê, algumas prateleiras deverão ser retiradas para se colocar no seu lugar um cabideiro.

Por fim, a bancada do escritório pode ser transformada em trocador, ou seja, é possível, sim, aproveitar toda a marcenaria existente”.

Além de a bancada virar trocador, as cores escolhidas foram o bege, o branco e o azul, que combinam com os tons da marcenaria já existente. Enquanto isso, as antigas prateleiras de livros viraram a nova casa dos bichinhos de pelúcia da criança, futuramente sendo o espaço de diversos outros brinquedos também.

 

Transformando cômodo quarto bebêComo as cores das paredes nem sempre podem ser reaproveitadas, Adriana lembra que é possível escolher tons para o quartinho do bebê que “concordem” com a cor do móvel original. Assim, não será necessário mudar a base do mobiliário, deixando esse contraste e a diferenciação do espaço por conta das cores das paredes.

“Para finalizar o ambiente em grande estilo podemos apenar pintar uma parede com uma cor mais alegre. Isso trará mais vida ao ambiente”, sugere a profissional.

 

Quarto bebê iluminação mais aconcheganteQuanto à iluminação, é muito difícil conseguir aproveitar a já existente, pois os cômodos tem funções distintas e, consequentemente, pedem luzes mais ou menos arrojadas.

“O quarto de bebê precisa de uma iluminação mais aconchegante, relaxante o que é bem diferente de uma iluminação de escritório. Sendo assim, o projeto luminotécnico do espaço deverá ser totalmente modificado”, finaliza Adriana.

Por Priscilla Silvestre

 

 

FornecedoresAdriana Moravia Arquitetura

Adriana Morávia – Morávia Arquitetura & Interiores
Endereço: Av. Professor Mário Werneck, 881 / 204 – Bairro Estoril – Belo Horizonte
Telefone: (31)98447-6324
Email: contato@adrianamoravia.com.br
—————————————————

Compartilhar

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here